Revisão

Toda língua possui regras complicadas causando de certo modo algumas incorreções, porém até mesmo as regras mais simples são passadas despercebidas na criação de um texto. Por isso, a revisão textual é necessária para a finalização de uma obra.
A revisão textual define-se no melhoramento textual, mediante correção ortográfica e gramatical, tendo como objetivo um texto inteligível, ou seja, um texto de clara compreensão, sem linguagem desconexa.
O revisor deve estar atento em manter o estilo do texto, todavia pode apontar sugestões com o intuito de aprimorar a disposição literária. No entanto, não é persuadível haver intervenção crítica na produção textual.

Tradução

Há tempos, a tradução de uma língua para outra é uma atividade presente no mundo inteiro, visto que todo signo linguístico é a tradução de outro signo linguístico. Cada frase expressa em uma língua pode corresponder à outra frase.
A tradução não consiste apenas em traduzir palavra por palavra, mas consiste em decodificar, isto é, traduzir de maneira clara toda composição de um texto. Logo, toda tradução é única, pois não há uma equivalência total dos signos, porém há uma equivalência no conteúdo semântico.
A tradução automática ou realizada por algum aplicativo não consegue alcançar a essência do texto traduzido, portanto o tradutor humano é a fonte preferível para desempenhar quaisquer traduções, uma vez que faz uso da meticulosidade no momento de seu trabalho para obter boa compreensão do discurso.